Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/01/14 às 19h12 - Atualizado em 16/01/14 às 19h12

Obras do terminal rodoviário de Sobradinho II são iniciadas

Construção deve ser entregue em até oito meses e terá investimento de R$ 2,7 milhões

Usuários do sistema de transporte público de Sobradinho II serão beneficiados com a construção de um terminal rodoviário na AR 25, Conjunto 1, Lote 2. A obra, iniciada nesta quinta-feira (16), contará com investimento na ordem de R$ 2,7 milhões e será entregue à população em até oito meses.

“Essa conquista faz parte de uma mudança no sistema de transporte e não se trata apenas de uma iniciativa isolada. Não basta apenas ter ônibus novos, temos que ter terminais porque é onde a nossa população pega ônibus e onde os trabalhadores dessa área devem ficar, e por isso precisam ter dignidade”, destacou o governador Agnelo Queiroz, acompanhado do vice-governador, Tadeu Filippelli.

Esse terminal, que será o segundo da cidade, proporcionará melhores condições de trabalho aos rodoviários e aos passageiros, que poderão esperar os coletivos em um local confortável. Na estrutura, haverá dois banheiros públicos com acessibilidade, lanchonete, quatro paraciclos -estrutura para guardar bicicletas-, salas com banheiro para abrigar funcionários do DFTrans, a administração e os rodoviários.

“O terminal terá área total de 10 mil m2 e está sendo projetado pelo governo com a maior qualidade. É preciso que a população saiba que não estamos fazendo meia-sola”, acrescentou o vice-governador, Tadeu Filippelli.

Projetado para ser um espaço altamente funcional, o terminal terá uma plataforma com 10 boxes para ônibus, além um estacionamento amplo com capacidade para abrigar até 43 coletivos. A obra será feita pela empresa Shox do Brasil LTDA.

Para o rodoviário Edilson Oliveira, 33 anos, o novo espaço proporcionará melhorias nas condições de trabalho. Hoje todos os trabalhadores do transporte público da região contam, no terminal improvisado, com apenas uma sala que abriga o administrativo e serve de apoio para os funcionários das empresas de ônibus.

“Tudo o que temos aqui é essa sala. Com esse novo terminal, que terá toda uma estrutura, nossa situação vai melhorar 100%”, opinou Oliveira, que acabou de migrar da Viplan para a Piracicabana.

Na opinião do rodoviário Valdenir Alves, 45 anos, todos os moradores da região sairão ganhando: “Todos os dias a população faz filas, no meio do barro, para pegar ônibus. Faça chuva ou sol, a situação é a mesma. Com essa construção, nossa situação vai mudar e muito para melhor”, ressaltou.

Além desse terminal, outros nove estão em construção em diversas localidades do Distrito Federal, como Setor Leste do Gama, Ceilândia, Recanto das Emas I e II, Samambaia Norte e Sul, Riacho Fundo e Santa Maria. Ao todo, o DF conta com 29 terminais.

(F.M./M.D.*)

Fonte: Agência Brasília