Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/07/21 às 10h52 - Atualizado em 15/07/21 às 10h52

Comitê discute como garantir segurança em transportes de app

COMPARTILHAR

 

 

Iniciativa da SSP reúne representantes de todas as empresas de aplicativo, do Legislativo local e gestores da Segurança Pública

 

Com objetivo de estabelecer diretrizes de segurança pública para usuários e motoristas dos aplicativos de transporte, a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP), por meio do Comitê Técnico de Monitoramento de Segurança (CTMS), promoveu uma reunião com representantes de todas as empresas de aplicativo, do Legislativo local e gestores da Segurança Pública.

 

Foi o primeiro encontro de uma iniciativa que tem como objetivo reunir os órgãos, empresas e entidades relacionadas ao segmento para discutir e propor novas soluções para ampliar os mecanismos de proteção. As reuniões ordinárias estão previstas para ocorrer a cada três meses.

 

“Para criar formatos que tornem o transporte por aplicativo mais seguro, tanto para usuários quanto para os profissionais que atuam na área, é essencial que exista esse canal de comunicação, para uma construção sólida e funcional”, explica o secretário de Segurança Pública, delegado Júlio Danilo.

 

A coordenação é feita pelo secretário executivo de Segurança Pública, delegado Milton Neves Rodrigues. “Apesar do regimento interno prever que as reuniões ocorram trimestralmente, marcamos a próxima para ocorrer em 60 dias. Apesar disso, as empresas terão 30 dias para apresentar propostas para criação de padrões mínimos de segurança”, explica.

 

Para o subsecretário de Serviços da Secretaria de Transporte e Mobilidade, Ricardo Grossi, a participação de todos os setores é essencial para o bom funcionamento do comitê. “A criação desse comitê é de extrema importância para garantir a segurança dos prestadores de serviços de aplicativos”, afirma. “É de grande valor discutir esse tema junto às forças de segurança, outras secretarias e representantes da categoria para avançarmos nessa questão e trazer as melhorias necessárias”.

 

O CTMS integra o Serviço de Transporte Individual Privado de Passageiros baseado em Tecnologia de Comunicação em Rede do Distrito Federal (Stip-DF).

 

*Agência Brasília