Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
31/10/12 às 12h29 - Atualizado em 31/10/12 às 12h29

Campanella destaca medidas adotadas para melhorar mobilidade urbana

COMPARTILHAR

Aprovação do Plano Diretor de Transporte Urbano (PDTU), implantação das faixas exclusivas e licitação para renovar a frota de ônibus estão entre as medidas mais importantes adotadas pelo GDF para melhorar a mobilidade urbana. A avaliação foi feita, nesta terça-feira (30), pelo diretor geral do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), Marco Antonio Campanella, no seminário Mobilidade e Acessibilidade Humana: como o DF se prepara para a Copa de 2014.

Para Campanella, os investimentos recentes na área de mobilidade vão resolver problemas estruturais que foram se agravando ao longo do tempo. “As ações e obras que estão sendo feitas, embora tenham um papel importante para a Copa do Mundo e Copa das Confederações, ficarão para a população de Brasília como um legado. E na área da mobilidade conseguiremos deixar legados importantes”, enfatiza.

Segundo o diretor, os investimentos feitos pelo atual governo para melhorar o transporte público têm por objetivo diminuir a quantidade excessiva de carros que circulam pelas ruas. “Há emprego concentrado na região central do DF, o que produz um fluxo diário que sobrecarrega todas as unidades de transportes existentes”, justifica. “As medidas tomadas, como a renovação da frota e a criação de faixas exclusivas, são indispensáveis. Carro não pode ser instrumento de trabalho, mas de lazer”, salienta.

O seminário sobre mobilidade e acessibilidade, que vai até esta quarta (31), é promovido por estudantes do Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB). Representantes do governo e da sociedade civil – como atletas, portadores de necessidades especiais e especialistas – discutem quais providências devem ser tomadas para garantir a infraestrutura adequada e a mobilidade do público na Copa do Mundo de 2014.